Fale via WhatsApp

Como evitar o “efeito sanfona”

Quando seguimos uma dieta muito restritiva, ocorre uma perda brusca de peso. O metabolismo fica mais lento e a fome aumenta desenfreadamente, secundário à um aumento da grelina (hormônio da fome) e diminuição da leptina (hormônio da saciedade). Diante da dificuldade humana de manter o plano hipocalórico por um período prolongado no momento em que se para a dieta, o organismo engorda de uma forma rápida e exagerada. É isso que caracteriza o “efeito sanfona”. E esse ciclo se repete por vezes a vida inteira de quem realiza dietas restritivas. ⠀

Isso acontece porque é difícil manter dieta a vida inteira. É por isso que dizem por aí que emagrecer é fácil, difícil é permanecer magro. Para evitar o “efeito sanfona” a recomendação é que o emagrecimento seja realizado de uma forma gradativa e bem planejada. Evitando dietas malucas ou planos alimentares que não se sustentam a longo prazo. É importante também manter uma regularidade com atividades físicas, além de ajustar alguns hábitos de vida que também colaboram para o êxito do emagrecimento, como melhorar a qualidade do sono, cuidar da saúde intestinal e diminuir o stress. O grande desafio é que tudo isso só se torna possível quando existe o comprometimento do indivíduo em ter um estilo de vida saudável. Qualquer dúvida, o ideal é consultar um especialista na área.

Como evitar o “efeito sanfona”

Quando seguimos uma dieta muito restritiva, ocorre uma perda brusca de peso. O metabolismo fica mais lento e a fome aumenta desenfreadamente, secundário à um aumento da grelina (hormônio da [...]

Nossos Contatos

Marcação

(71) 99277 7422

Email

contato@drhamiltoncouto.com.br

Marque sua Consulta

Entrarei em contato com você o mais breve possível